Nunes Pacheco - Cerimonial e Assessoria
A Tradição de Jogar o Buquê
Um momento de esperança para as convidadas solteiras em um casamento é quando a noiva joga o buquê. Reza a lenda popular que a sortuda que pegá-lo será a próxima a se casar. Mas qual será a origem desta tradição?

Acredita-se que na Idade Média era um costume entre as mulheres não casadas cortar e levar para casa um pedaço da roupa da noiva para trazer boa sorte. Mas para evitar que seu vestido fosse estragado, no século XIV, na França, as recém-casadas começaram a jogar outros objetos como uma alternativa. E o bouquet, símbolo da fertilidade, acabou sendo o mais comum.

Hoje em dia, muitas noivas já inovam esta prática e, ao invés do buquê verdadeiro, atiram um falso feito especialmente para esta ocasião.

Outras mais modernas substituem o ramalhete de flores por uma réplica de Santo Antônio. De uma forma ou de outra, a prática se mantém ao longo dos anos como uma forma de retribuir a felicidade e sorte desejada ao casal.
Fonte: Yes Weddding

Ver Todos
Jogo de contrastes
Descubra o que o formato da pedra do anel de noivado revela sobre a noiva
Conheça 12 destinos deslumbrantes para passar a lua de mel
Acompanhe a evolução dos vestidos de noiva ao longo dos séculos 20 e 21
Chuva de arroz, bolhinha de sabão, confete e outras idéias para casamento
O Anel de Noivado
O Buquê de Noiva
O Vestido de Noiva
Noivos buscam personalização até nas alianças
Personalidade e idade ajudam a não errar na escolha da daminha e pajem
Nunes Pacheco - Cerimonial e Assessoria